Férias em movimento! Ciclismo, caminhada e trilhas são boas dicas de atividade física nas férias

Ferias

O período de férias é aquele momento onde todo mundo pensa em dar um tempo na rotina, aproveitar o lazer, sem fazer nada além de descansar.

Mas que tal aproveitar as férias para experimentar novos tipos de atividades físicas e manter a boa forma e a saúde, de maneira lúdica?

Mexer com o corpo traz vários benefícios, tais como:

  • Queima gordura
  • Melhora a circulação do sangue
  • Oxigena as células
  • Fortalece a musculatura
  • Aumenta a imunidade

Caminhada e corrida

Existem duas atividades físicas aeróbicas muito simples de realizar e que nas férias ainda podem ser combinadas com passeios em locais novos que estão sendo visitados e ainda
permitem apreciar as paisagens destas regiões.

“Tanto a caminhada quanto a corrida são boas para a saúde e alguns benefícios são comuns em ambas as modalidades’, diz a cirurgiã vascular Aline Lamaita, da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV).

Alguns dos pontos positivos da caminhada e da corrida, são:

  • Combatem a hipertensão
  • Previnem o diabetes
  • Equilibram o colesterol
  • Melhoram a circulação
  • Liberam endorfinas que geram sensação de
  • bem-estar
  • Garantem um sono de qualidade

Outra atividade semelhante e que deve agradar aos mais aventureiros são as trilhas em meio à natureza. Mas independente de qual atividade se escolha, é importante tomar alguns cuidados para evitar lesões, principalmente nos joelhos e tornozelos.

“A articulação do joelho é bastante demandada durante a movimentação e, por ser responsável pela sustentação do corpo, é muito suscetível a lesões durante os exercícios. Outro problema comum desse tipo de exercício são as entorses ou torções do tornozelo, principalmente durante a realização de trilhas devido ao piso irregular”, alerta o ortopedista Marcos Cortelazo, especialista em joelho e traumatologia esportiva e integrante da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT).

O dr.Marcos lembra ainda que para caminhar, correr ou fazer trilhas, uma das preocupações mais importantes deve ser a escolha do que vai se calçar nos pés.

“O calçado deve oferecer estabilidade, possuir um tamanho adequado para seu pé e, claro, ser confortável. Além disso, o tênis escolhido deve estar de acordo com o seu tipo de pisada e a atividade física que será praticada.

No caso de caminhadas ou corridas, por exemplo, deve-se optar por tênis específicos que possuam um bom sistema de amortecimento para reduzir o impacto do contato com o solo nas articulações.

Pedale nas férias

Outra excelente opção para quem quer cuidar da forma e ainda aproveitar as viagens ou passeios de férias, é pegar a bicicleta e pedalar. Mas como o ciclismo é uma prática esportiva que também exige muito dos joelhos, é importante fazer um bom aquecimento antes de encarar as pedaladas.

“O aquecimento é indispensável para preparar não somente o joelho, mas o corpo todo, das articulações até órgãos como o coração, para o exercício que está por vir. Começar a se exercitar com o músculo e as
articulações ainda rígidas pode favorecer a ocorrência de lesões”, afirma o ortopedista Marcos Cortelazo.
E prossegue o médico:

‘’Os exercícios de fortalecimento muscular também devem ser realizados por qualquer pessoa e não apenas por atletas de alto rendimento, como muitos acreditam. O joelho depende da ação de 10 músculos para funcionar e se os músculos da região estiverem fracos, a locomoção fica prejudicada e a articulação torna-se mais propensa ao desgaste e danos. Por isso, os exercícios de fortalecimento muscular são indispensáveis, afinal, quanto mais fortes forem seus músculos, mais protegidas estarão suas articulações”.
E é muito importante também levar em conta sinais como dor ou desconforto durante a prática de alguma atividade física.

“Dores que ocorrem durante ou após a prática de atividade física e desaparecem espontaneamente não
tendem a ser graves. Geralmente, tratam-se de dores pós-esforço. No entanto, dores que não regridem
espontaneamente são um sinal de alerta. Nesses casos, é fundamental que você não tente continuar a prática. Interrompa o exercício, preste atenção na evolução da dor e busque atendimento médico”, conclui o ortopedista, Marcos Cortelazo.

Recomendações

Outro cuidado que se deve ter com a saúde durante as férias, é com a circulação do sangue no corpo, principalmente para quem já tem problemas deste tipo e vai passar muitas horas viajando.

“Em viagens, as pernas ficam para baixo e paradas na mesma posição por muito tempo. sem contração muscular da panturrilha, o sangue não circula como deveria e acaba migrando para os tecidos
ao redor, ocasionando inchaço. Em casos extremos, esse inchaço pode causar coágulos sanguíneos, trombose ou até mesmo embolia pulmonar.

Por isso, é importante evitar permanecer muito tempo na mesma posição. No avião, procure caminhar no corredor ou movimentar os membros inferiores no seu próprio lugar. Já nas viagens de carro, faça paradas regulares para esticar as pernas”, informa a cirurgiã vascular Aline Lamaita.

Fonte:
https://marcioatalla.com.br
https://naturallser.com.br/postagens
Imagens: google.com